29 novembro 2007

Eu adoro o Natal e adoro esta cidade na epoca natalicia...mas ha coisas que sao demais!
Entao nao e' que as radios locais e as lojas ja' so' passam musica de Natal? Estamos em Novembro, pelo amor de Deus!! E isto comecou ha pelo menos uma semana atras!
So' ontem julgo ter ouvido a musica "All i want for Christmas" da Mariah Carey umas tres vezes!! E aquela do George Michael "Last Christmas...i gave you my heart..." .. e' uma constante!
Ontem enquanto desesperava numa fila de uma loja para pagar uns trapitos que comprei a' pressa, passava o cla'ssico " we wish you a merry Christmas..we wish you a Merry Christmas.." ...CONFESSO QUE IA ENTRANDO EM EBULICAO!!
Por este andar vou passar a andar de i-pod por todo o lado, ou senao chego a meados de Dezembro demente.

28 novembro 2007

Depois de um fim de semana em cheio, muito trabalho no escritorio, envolvida na azafama desta cidade em e'poca natalicia, aterafadissima em casa com projectos para desenvolver, chega-me a verdade nua e crua: - vou ter de abandonar o pais em finais de fevereiro... e tudo p'ara.
...e se respira fundo...

...nao ha'-de ser nada.......

19 novembro 2007

Num daqueles momentos idiotas (de ideia) que costumamos ter la' em casa, reparamos como esta musica se adequa perfeitamente a movimentos bem mais tradicionais.. E o resultado foi este video que o D. realizou.

18 novembro 2007

15 novembro 2007

desvaneios....

Ja' ando ha algum tempo para escrever sobre criancas. E sobre um facto que me fascina: o facto de ver diariamente dezenas de criancas, bebes, gravidas.... Resmas! E nao exagero.
Sim , e' verdade que trabalho numa zona repleta de infantarios, propicia para mamas e papas.., onde existe uma farmacia so' para criancas, um cabeleireiro so' para criancas, etc etc, e que de facto em uptown, nao se constata tanto isso.
Mas quando imaginava NY ha uns tempos atras , nao conseguia conciliar a realidade que tinha da cidade com a familiariedade inerente a um seio familiar. E ambas as realidades existem e sao suportaveis.
Para ja', nao existe a "hiper proteccao" nem o medo de andar com um recem nascido no meio do caos da cidade. Os bebes andam por todo o lado. 'As costas, ao colo, no carrinho. Por ai andam. No metro. Nos museus. ( e nao choram!! talvez por o fazerem desde cedo, nao?).
Vejo diariamente os pais, a irem ao ditos infantarios diariamente deixarem os filhos, e por ali se perderem em conversas uns com os outros, apesar de terem um emprego como toda a gente e milhares de coisas a fazer.
Fazem-se festas e a tradicao ainda vigora! Aquilo que vi no Halloween foi incrivel. Toda a West Village repleta de mascarados e de criancas a pedirem "trick or treat"...como nas nossas aldeias ha' uns anos atras se pedia : bolinhos , bolinhos 'as portas dos santinhos... ( a minha colega de escritorio contou-me que teve o record de 15 "batidelas a' porta" este ano...nao ha saco de guloseimas que chegue!! )
No outro dia passei na Union Square, num dia de feira, e varios grupos de criancas estavam em aulas ao ar livre a aprender sobre frutos, legumes...etc etc.. Achei lindo!
Julgo eu (e quem sou eu para dizer isso, mas) que a cidade nao e' portanto impeditiva de dar uma educacao excepcional aos miudos. Antes pelo contrario!
Quando uma menina diz ( como eu dizia) mae, quando for grande quero ser bailarina! aqui ao menos tem a excecptional vantagem de o poder ser na realidade!! E ganhar dinheiro com isso!
Mas esta lengalenga toda para que? ...porque ouvi hoje na radio que Portugal tem uma serie baixa taxa de natalidade e me assustei... porque me vejo constatantemente rodeada de bebes ...e porque a
Beta esta' com uma barriga linda!!!!!!!!!!!!
Portugal...eu vou ja' a caminho!!
Quando ouco uma fulana aqui num programa de TV a responder a uma pergunta sobre um pais na Europa, desta forma : mmmm...country in Europe?? I tought Europe was a country!! respiro fundo e penso: calma , calma ...afinal de contas, america e' um pais com a dimensao de um continente, os estados tem a dimensao de um pais....e enfim ; e' americana.
Fez-me lembrar as ilustracoes do Steinberg que encontrei representadas em postal esta semana na PaperPresentation.

09 novembro 2007


Quero cantar. quero cantar.quero cantar.... nao ha ai ninguem que me queira ouvir ?


Ha' uma voz de dentro de mim que anseia por sair desde ....sempre.

Se e' "boa" ou nao, nao sei nem me interessa. Nunca a desenvolvi... mas quando passeio pelas ruas de phones nos ouvidos, e me apercebo q estou sozinha , liberto-a e sinto-me em paz.

Confesso que muitas vezes, no trajecto trabalho/casa, ja' sai' do metro uma estacao antes, para na penumbra do caminho agora redobrado, "gritar" a' minha vontade e prolongar deste modo o meu momento. Feita uma louca, bem sei. E sonho...muito..que um dia ainda a venha a usar a' vontade.

02 novembro 2007

VIMARANENSES .... e´o nome de uma exposição que eu não perderia se ainda me encontrasse em terras lusas...

Exposição colectiva de fotografia e inauguração do livro com o mesmo nome, integrada no projecto Cadernos de Imagens. Patente no Museu Alberto de Sampaio em Guimarães.

Uma colecção de trabalhos inéditos, realizados propositadamente para este projecto por personalidades das mais diversas áreas – fotografia, literatura, arquitectura, jornalismo, geografia, economia..... e onde se destaca por exemplo o vimaranense mais giro que conheço.


ps - obrigada Sofia!