30 março 2006

Pessoal!
Só para esclarecer: EU NÃO acho os novaiorquinos antipáticos!!!!
Antes pelo contrário!! É estonteante a sua capacidade de comunicação!
E sim!! Já meteram conversa comigo na rua e nos estabelecimentos públicos,várias vezes!!!!
Eu apenas foquei os transeuntes que bamboleiam pela rua.....................

29 março 2006

nova iorquinos

Enquanto ando na rua, ou seja : antes de ir para o trabalho de manha, hora de almoco, e depois de vir do trabalho, reparo que a maior parte dos novaiorquinos que me acompanham nesta rotina tem um traco em comum: o telemovel ao ouvido!
E absolutamente incrivel a massa de gente que se desloca diariamente a falar ao telemovel! Eu diria que em 10 , 7 falam ao telemovel. E se forem iguais a alguns americanos que conheco, passam horas assim! Nem a minha mae que fomenta o habito de prolongar conversas ao telefone por tempos infinitos atinge tais limites! E atencao que pertencemos a uma nacao de latinos, conversadores e coscuvelheiros! Mas , nao assim!
Para ser sincera , nem me importava, nao fosse qualquer conversa de 2 minutos que tenho me ficar no minimo por 5 dolares...e o dinheiro custa a ganhar!
Sera um preanuncio de solidao? Numa cidade enorme como esta, com pessoas de todas as nacionalidades, dos mais diversos sitios do mundo, o termo vizinhanca perde todo o sentido.
Nao ha um : "ola, como tem passado?" ...ou um "esta um lindo dia hoje.."
Tudo se perde , e a necessidade de falar continua na mesma.

28 março 2006

já mudei!


Aquilo que vêm á frente , é o buraco do ground zero. Aquele prédio escuro é a referência que tenho para a minha nova rua que lhe é paralela. Tenho a estranha sensação que é de um arquitecto qualquer conhecido, mas ainda nao investiguei o assunto...
Estou em pleno financial district, na zona da wall street. A foto não retrata da forma mais correcta o ambiente do sítio, mas enquanto não investir num brinquedo digital, as fotos vão ficando ou no rolo, ou por tirar..
A agitação pela manhã é incrivel! E é bom sentirmo-nos parte dessa amálgama de gente. A segurança é apertíssima. Veem-se polícias por toda a parte , a qualquer hora do dia /noite. Acho que não podia ter "escolhido" sítio mais seguro...(pelo menos ataques terroristas nesta zona já não deve haver...).
O facto de se tratar de uma zona de escritorios, acresce-a de coisas curiosas; - ainda só conheço um minimercado. - já vi pelo menos 10 starbucks . - e dezenas de cafés e estabelecimentos de comida "rápida".
Mais 15 minutos para Norte pela Broadway, estamos em plena Chinatown. E entramos num capítulo completamente diferente....

25 março 2006


Entretanto amanhã mudo de "casa". Vou deixar os aconchegantes aposentos da grande amiga que me acolheu e que torna desta forma á sua merecida privacidade, e vou para um quarto em Manhantan, City Hall. Agora é que vai doer!!
Apesar de estar há cerca de dois meses a dormir num colchão insuflável, a saga continua. Só me disseram á última da hora que não era mobilado....enfim...
Levo o colchão comigo e confesso que já me habituei.

Isto é o que eu chamo: começar por baixo! E´da maneira que a partir daqui só há um caminho: UP!

Para a próxima lembrem-me de trazer o saco-cama em vez de dezenas de camisolas e 200 peças de roupa interior ....

23 março 2006

De hoje a um mes ja estou de novo em terras lusas....(meu deus como o tempo passa...).
Já comeco a olhar em volta e a apontar as coisas que gostaria de ver e ainda nao tive oportunidade....(Sim , é verdade , ainda nao vi a estátua da liberdade! Nem o museu da historia natural...nem , nem...)
Corrigiu-me a Beta : afinal o circo não foi em Mineola. Ainda tenho muito a aprender sobre a geografia deste país....
É que quando cidades parecem paises e paises, continentes...as coisas começam a deixar de ficar claras...

20 março 2006

o espírito americano

O espírito americano foi exaltado de forma estonteante este fim de semana em Mineola no : circo!
Sim! Fui convidada para ir ao circo! E enganem-se aqueles que imaginam á priori uma tenda redonda multicolor rodeada por roulotes de camelos e tigres enjaiolados.
O circo, aqui é " á grande!". Tal como tudo o que os americanos fazem.
O local da exibição do "Maior espectáculo do Mundo" situava-se no coliseu de Mineloa, onde vi alguns cartazes a enunciar um concerto dos coldplay como o próximo espectáculo a decorrer.
O coliseu, típico contentor industrial, enorme, acolhe os inúmeros espectadores ( na maioria muidos de 6 anos de idade) com seguranças monidos de detectores de metais.! ( a imagem da cara da miudinha que estava ao meu lado na fila, quando lhe passaram o detector é indescritivel e há-de ficar gravada por algum tempo na minha memória..tadinha da moça...).
Segue-se uma galeria interior caótica de bares e venda de amuletos relacionados com o evento.
É incrível a quantidade de produtos "alimentícios" que se adquirir antes de entrar na sala de espectáculos: desde pipocas, a algodão-doce (cooton-candy) a caixinhas de papelão com; batatas fritas, hotdogs, hamburgers, gelados, chocolates, granizados multicoloridos dentro de embalagens-boneco...(uma penarfelália tal que me encheram a vista com coisas nunca vistas antes: para mim o circo começou bem antes!! de tal maneira que eu e a beta nos mal direccionámos e nos perdemos do resto do pessoal..).
Já no sítio certo, o meu queixo caiu de incredibilidade...O pavilhão era pura e simplemente ENORME. Pareceu-me o dobro do Pavilhão Atlântico em Lisboa! Altíssimo! Pela primeira vez na minha vida eu vi os trapezistas no circo de cima para baixo...
E o maior espectáculo do mundo começou com uma americana vestida com um traje ilustrativíssimo do espírito americano , com riscas e estrelas azuis , brancas e vermelhas , a cantar precisamente: o hino! Toda a gente se levanta e quase de lágrima no olho , cantam de mão ao peito perante um espectáculo fantástico de luzes . Escusado será dizer que houveram pelo menos duas moças que não se levantaram: a beta e eu (que me posicionei numa estranha posição entre o sentar e o levantar, procurando não ofender ninguem mais susceptivel..). Este foi o auge do americanismo que senti desde que cheguei.
O circo no fundo desenrolava-se a partir de um ecran gigante que contava uma história e a ia adequando aos espectáculos demostrados em "arena". Tudo muito bem sincronizado, com imensa gente em palco sempre a dançar e a cantar...um verdadeiro misto de musical americano e malabarismo circense. Porreiro! Só faltaram os tigres e os leões, o mágico, a mulher de barba........etc etc....

17 março 2006

Para quem acorda todos os dias ás 7.30 da manhã, nada como ir para a cama cedinho,(mesmo estando em nova iorque..) ligar o computador, a televisão....e relaxar!! Quando a cabeça já não tem pachorra para olhar para o monitor do computador, resta a televisão. Mas quem diria que em 100 canais não há nada de jeito para ver? O país da 7 arte, do mundo do showbizz, dos oscares, e....nada! receio admitir preferir a tvi a isto.
Canais a promoverem aparelhos de ginástica são aproximadamente 50...resta; programas infantilo-americanos a focarem os "100 melhores momentos das celebridades" ou "os 100 piores momentos das celebridades" ou, "as 100 melhores perdas de peso das celebridades", concursos tipo people and arts de mudança de visual e afins mas muito pior, 20 canais espanhois, 5 canais de noticias (em que não se diz nada de jeito), concursos ridiculos ( este é fantástico: ganha a equipa que perde mais peso num mês , sendo avaliada no final numa balança enorme onde a equipa se coloca..) , ( este tb é bom: um concorrente, gaijo, tem 3 dias para sair e passar o dia com 3 mulheres diferentes, todas com idade de ser sua mãe. Objectivo: avaliá-las e escolher uma para no final ter direito a sair com a sua filha! ), restam séries em reposição do século passado tipo: Cosby Show , Sheers , The Fresh Prince of Bel Air, e .....vá lá...o Seinfeld de vez em quando!
enfim....

15 março 2006

the city that never sleeps....

sábado á noite. 1 da manhã. times square.

Um elogio ao idiota do meu irmão que me resolveu mandar:

História concisa de Portugal
José Hermano Saraiva

com a seguinte dedicatória: "Emigrante que é emigrante , sabe os reis todos de cor!"

Thanks! idiota=quem tem ideias

13 março 2006





para quem gosta de ver fotos.
Duas míudas portuguesas conhecem-se na big apple. Em comum: a profissão. a nacionalidade.
O pequeno almoço abre o apetite para a conversa que dura até o tempo do jantar não fossem outros compromissos quebrarem a agradável companhia. Em comum: tanta coisa..........!!
E assim nasce a amizade!
screwdriver= vodka com sumo de laranja
mimosa=champanhe com sumo de laranja
A expressão "brunch" (breakfast+lunch) começa-me a ser familiar... há lá coisa melhor , do que acordar tarde e a más horas e comer um pequeno almoço em condições?? (em vez de beber um copo de leite rapidamente enquanto se faz um tempinho para tentar almoçar em familia?)
A variedade dos brunch's é tanta que nem consigo enumerar o que se pode comer a esta hora, mas uma coisa comum e que deixou intrigada foram sem duvida alguma as bebidas.
Assim que houvi falar em brunch associei: omelete. bacon. talvez batatas. E até aqui tudo bem. Mas sempre supus que se acompanhava com : cafe?capuccino?suminho?
Não. Os americanos tratam-se bem, logo pela manhã.
No meu primeiro brunch, e porque me encontrava num estabelecimento mexicano sugeriram-me : margaritas. Margaritas!? Ao meio-dia para acompanhar omelete com bacon?? Bem....venha ela...E veio muito bem! Nas outras abordagens , a história ficava-se pela mimosa, ou pela srewdriver...Hoje em casa de uma americana que conheci, a garrafa de champannhe lá estava , ao lado da vodka e da campari...para o pequeno almoço...´á uma da tarde..
Será por isso que eles de facto não batem bem da bola?
Eu ainda não tinha recuperado da vinhaça de ontem....
ps: obrigado dmny pela tradução e pela companhia!
ps: obrigado pela correção!

mais fotos prometem-se.

10 março 2006



Não podia deixar a impressão no ar que o meu dia de anos foi só a desenhar casas de banho...
Bem , pelo menos até ás 6.00 da tarde foi mais ou menos o contexto geral do dia - tirando um pequeno almoço fora planeado e não concretizado devido ao caos do metro - um almoço azarado sozinha no wallfood e umas dores de barriga que me distraíram a tarde toda - ....até então, não podia estar a correr......pior.
MAS.....EIS QUE TUDO MUDA! e o dia se transforma num início de noite simplesmente genial!
Sugerido pela Beta e pelo Nuno dirigimo-nos para jantar a um barzinho típicamente americano perto do escritório. Afinal de contas , o jantar já estava planeado há muito e para 10 pessoas e não 4!! 5 portugueses, 1 alemão, e 4 americanos! O jantar foi sobretudo divertido, as bebidas escorregaram muuito bem , a comida era optima, tive direito a um cheesecake polaco com velinhas a dizer HAPPY BIRTHDAY em cima, a me cantarem a música dos parabéns em duas línguas diferentes , e ainda tive direito a prendas ( que adorei!) !!!!

what could a girl ask for more?

a TODOS OS INTERVENIENTES : OBRIGADO! ADOREI!


PS- Assim que tiver tempo apresento as fotos da desgraça!

já agora, aqui fica um site engraçado. e outro.



08 março 2006

Dia de anos , um dia lindo l'a fora e eu aqui "entretida" no escritorio a desenhar uma casa de banho....haja paciencia!! Ha'-de ficar para a historia...
ena...tantas mensagens!!! OBRIGADA AMIGOS!!
estou a ficar velhota!!!!!!!!!!!!!!! 27 !!

07 março 2006

E eis quando senão chega a altura inevitável da procura de quarto para ficar mais uns meses( o abuso de hospitalidade já começa a atingir níveis vergonhosos..). Apesar de ainda não ter ido "ao terreno", pelos contactos feitos , via oral ou internet dá para perceber que aqui não se brinca...no mínimo 750 dolares por um quarto minusculo...e provavelmente a cair de podre...Estou lixada (com um F grande como o meu pai dizia)..Eu julgava que tinha descoberto a pólvora quando entrei em arquietctura..afinal vou andar até aos trinta a escolher os iogurtes pelo rotulo do preço sem sequer reparar na marca ou sabor... e papel higiénico almofadado..Querias!!
a vida é muito injusta..

06 março 2006

Os óscares dominam o panorama televisivo este fim de semana. Nada como os ver ás 8.30 da noite! Triste contestação: que saudades do cineclube!

Hoje , mais uma vez e como já vem sido costume aos fins de semana, fui passear! Desta vez sem a mochila..mas com a máquina do costume e a mesma ânsia da descoberta. O destino: a zona de East e West Village. Uma zona de antigos bairros industriais que distoam do plano rectílineo da cidade e que preservam a imagem dos prédios antigos de ferro fundido dos anos 60. Agora, é uma zona rica em cafézinhos , bares, lojas, lojinhas, de tudo e mais alguma coisa de que se possa imaginar. Uma zona cheia de alma e de estilo que reune desde as lojas mais hippies, de tatoos e piercings ás Maccimo Duti e afins. Depois de andar e andar de rua em rua , perdida por vezes , vagueando ao sabor da corrente de gente que passeava por aí , dei com um paraiso de um café onde descansei por um belo pedaço! Acompanhada de um bello capuccino e um toasted baggle.
ahhhhhhhh............................não fosses estar tão longe. E tudo estaria perfeito naquele momento.

03 março 2006

Para quem gosta quer saber mais um bocadinho sobre ny.

02 março 2006

A vaguear pela internet enquanto assisto a mais um episodio do "sex and the city" - única coisa que consigo ver nesta TV - deparei-me com um blog que me captou a atençao pelo seu título:
"Mais cidade que sexo".....

Palavras para quê...

Been here!
Ontem estreei-me no mais usual dos transportes novaiorquinos. A custo do patrão escusado será dizer. Tirando a cor amarela pelo lado de fora, e o recibo entregue no final nem diria que estava na Big Apple...os estofos coçados de couro preto, o indecífravel motorista de raça desconhecida, a rádio on, a mão constante na buzina,....só faltava mesmo o bigodinho.
arre porra que até aqui apanho choques!!!