30 maio 2007

Yoshimoto Nara ....
porque adorei este livro....porque adorei o museu onde vi este livro. e o recomendo vivamente.



Falou-me uma amiga de sardinheiras, de amoras... de tempos de outrora...


E a cápsula do canal do tempo disparou ao tempo em que eu as regava as sardinheiras na varanda na casa dos meus pais. Regava não.. Regava, tirava as ervas daninhas, cortava os ramos secos, numa dedicação e entertenimento que durava horas e horas. Ate´ficar completamente empregnada daquele cheiro bom a terra. a erva. a flor. a campo. Semelhante áquele cheiro que me envolvia quando dava os primeiros passos no campo de margaridas em frente á nossa casa e que ainda recordo tão vividamente. Semelhante áquele que nos faz companhia quando nos perdemos num parque verde ou nos deleitamos num relvado a saborear o prazer do não ter nada que fazer.
Fazia da varanda a minha casa. Pedia emprestado giz e desenhava no chão as divisões da casa. Um quarto, a sala, a cozinha. E saltitava contente de rectângulo em rectângulo numa alegria so´minha vivida num outro mundo paralelo a este.
Ate´ficar esgotada, e acabar alegremente a lavar o chão descalça.
O tempo de outrora parecia interminável. Nunca mais tive tempo para cuidar delas assim. Julgo que nunca la´em casa teve, a não ser eu nessa altura.

Delaila


25 maio 2007

O meu escritorio , de estufa virou a jardim zoologico.
Plantas sao umas 20, e agora, como se ja' nao bastasse a Colleen trazer a sua adoravel cadela Rosie de vez em quando, a colega Ali resolveu fazer do escritorio a nova casa para a sua arara Delaila.
Adoro este ambiente familiar.
Da'-me vontade de trazer o rato que la' tenho em casa...

23 maio 2007

noite bem passada

Assiti hoje pela primeira vez a um espectaculo de comedia. No Gotham.
Todo o cepticismo que tinha, desvaneceu-se. Rir ainda é o melhor remedio.
Recomendo vivamente!
De Portugal vieram e para la´ja´foram...
E desta vez a visita era bem especial...

Uma semana para repor as saudades, aproveitar ao máximo o que a cidade tem para oferecer, fazer de turista, de mana, de mãe, de alegre companheira, de guia turístico, de amiga conselheira. Ver a estátua da liberdade, divagar em ruas desconhecidas, enlouquecer pelas lojas, comer porcarias deitada no sofá a ver um bom filme, beber um copo com os amigos, tirar milhentas fotografias, relaxar num relvado a apanhar sol...

e fazer quase tudo outra vez no dia a seguir.

Passou tão rapido não foi? Ainda era capaz de jurar que estavas ali na sala ao lado....

17 maio 2007

amendoas amargas....

Sem visto.

A vida é mesmo assim.... ora nos da' uma caixinha cheia de bombons, ora nos amarga com amendoa ja´estragada...
Naõ posso dizer que tenha sido uma pessoa azarada até porque não acredito em profecias.. , mas gostava que as minhas caixas de bombons não teimassem em trazer algumas amendoas amargas...
Adorei vir, mas vim sozinha. Adoro ca´estar e tenho de me ir embora. Veio a minha mana e teima em chover...
Gostava de por um momento saborar por completo a sensação de estar tudo como quero.. mas não me parece...

14 maio 2007

10 maio 2007

09 maio 2007

Sábado a´tarde


central park. may 2007
Sempre achei que aparentava menos idade do que aquela que realmente tenho...até hoje....ao momento em que o novo "summer intern" lá do escritorio (puto estupido que ainda nem sequer tem idade legal para beber) se dirige para mim com esta : " you seem like a middle aged woman. How old are you? "

05 maio 2007

psss.....e´segredo...

Na rua onde trabalho existe um segredo muito bem guardado..... um jardim publico escondido num lote fechado, semi-fechado por guardas de ferro e que é um regalo para todos os sentidos...
astoria park.31 abril 07

03 maio 2007