20 outubro 2010

terra


Cresci com 2 irmaos num pequeno apartamento numa pequena cidade. Apesar de me aventurar todos os fins de semana, ferias e feriados no "campo", a casa onde cresci foi o palco para todas as nossas brincadeiras. O cenario das nossas aventuras. Toda a vida ouvi a minha mae dizer: "eu....deixava-os fazer tudo...."... e deixava . Felizmente. E nunca fizemos asneiras nem fomos castigados. Guardo imagens de momentos que vivi debaixo da mesa da sala que convertiamos numa caravana imaginaria, com o meu irmao sempre sentado 'a dianteira com uma folha de papel a4 com uns comandos desenhados no colo fingindo tratar-se do volante da dita..., na sala de estar que convertiamos em discoteca colocando lencos coloridos da minha mae em redor dos candeeiros criando um ambiante lusco-fusco muito propicio ao som dos onda-choc com direito a porteiro e tudo, ... faziamos bolos sem receita que so' serviam para deitar fora, montavamos cidades de playmobis na companhia dos primos que por sua vez traziam mais playmobis, juntavamos os pinipons e assim a cidade ia crescendo e aumentava de dia para dia no chao da casa sem problemas nem a necessidade de arrumar no final do dia.
Ainda assim... a casa sempre se encontrava limpa e arrumada (na medida do possivel), davam-se jantares para os amigos dos pais, e a paz reinava.
Hoje, com um pequenito dou por mim a olhar para tras e a relembrar tudo. E fico mais permissiva. Dou por mim a ter a mesma atitude e a deslumbrar-me com a aitude curiosa do David.
No outro dia comprei terra. (sim...afinal de contas nao estou no campo..). Tenho vasos 'a janela e queria plantar uns amores perfeitos. Olhei para a terra e para os vasos e olhei para o David que brincava no chao da sala. Terra ... e David.... mmmm....Terra. David.
Que se lixe: "David , olha...isto 'e terra! " E foi indescritivel a satisfacao dele a meter aquelas maozinhas pequeninas dentro do vaso e a espalhar a terra. Eu partilhava a satisfacao. E tudo se sujou. E o chao ficou imundo e pensei para mim mesma: Meus Deus...so' das trabalho a ti mesma...Mas foi um momento daqueles. Simplesmente BOM.
No outro dia ouvi a expressao...se uma coisa tao simples te da' prazer, porque nos esquivarmos a ele?

1 comentário:

By Deva disse...

A simplicidade é algo bonito :)